O seu cão não pára de roer a sua casa? Veja o que pode fazer

Como evitar que o seu cão roa a sua casa!

Roer é uma atividade normal e importante para os cães. Ela exercita os maxilares, mantém a mente ocupada e limpa os dentes. Quando se torna destrutiva, porém, é um problema sério. É caro para os donos e perigoso para os cães. A boa notícia é que, ao preparar o cão para o sucesso, um dono pode ensinar comportamentos de mastigação adequados.

Acesso Limitado

Um cão não pode mastigar aquilo a que não tem acesso. Se foi mastigado, é provável que a culpa seja do humano e não do cão. Quando um cão não é supervisionado, ele deve estar num ambiente que o prepara para o sucesso, não para o fracasso.

A liberdade da casa é um privilégio para os cães que não são destrutivos. Um cão com o mau hábito de roer tudo o que alcança pode precisar de estar amarrado a um adulto, seccionado a uma área ou quarto em particular, ou até mesmo preso numa área própria em casa. O confinamento não é cruel quando é equilibrado com alternativas de mastigação e exercício adequado. Remova todos os objetos que não são aprovados para mastigar os brinquedos.

Não subestime a vontade do cão de procurar alto e baixo. Se ele for deixado sem supervisão numa sala, considere todos os móveis, paredes e até mesmo molduras de portas como um jogo justo.

Exercício

Um cão cansado é muito menos suscetível de olhar para o sofá como um brinquedo de mastigar. Para alguns cachorros e cães adolescentes, uma caminhada pode não ser exercício suficiente para queimar o excesso de energia. Atividades de alta energia que requerem reflexão podem ser necessárias, como o treino de agilidade, um jogo de busca ou uma brincadeira ativa com outro cão. A creche para cães é uma ótima maneira de um cão fazer exercício físico e mental enquanto proporciona paz de espírito ao dono.

Brinquedos apropriados

Brinquedos de peluche macia com guinchos não são apropriados para uma mastigadora destrutiva. Eles são perigosos se engolidos e normalmente destruídos em poucos minutos. Os melhores ossos para os mastigadores duros são chifres de alce e ossos esterilizados que foram tratados com calor para os tornar muito duros.

Os brinquedos de borracha dura, como o Kong, são resistentes a perfurações e vêm em graus de durabilidade. Ossos ocos podem ser recheados com guloseimas de alto valor, adicionando um treino mental e recompensa à mastigação.

Para um desafio de mastigação mais longo, dê-lhes um brinquedo que tenha sido recheado com manteiga de amendoim e arrefecido durante a noite no congelador. Às vezes o desafio mental é mais importante do que a durabilidade do brinquedo. Um mastigador nunca deve ser deixado sozinho com brinquedos que podem ser consumidos ou destruídos.

Alternar brinquedos

Os cães podem facilmente ficar aborrecidos com os mesmos brinquedos. Tenha muitos, mas deixe de fora apenas alguns de cada vez e gire-os regularmente. Além disso, alternar as recompensas nos brinquedos e escondê-los em volta da casa em diferentes pontos a cada dia.

Deixe de fora e esconda mais brinquedos do que o normal quando não estiver em casa para manter a sua mente agitada. Quando vir o seu cão a trabalhar num brinquedo de mastigar aprovado, recompensa-o com muitos elogios. Quando um brinquedo se torna suficientemente pequeno para caber facilmente na boca de um cão, deve ser deitado fora por razões de segurança.

Substituir brinquedos

Para cães com afinidade por certo objetos não aprovados, tais como rolos de papel de cozinha e sapatos, o treino de substituição pode ser muito útil. A parte mais importante deste exercício é certificar-se de que tem um brinquedo alternativo que ele prefere em relação ao objeto anterior do seu desejo. Apresente-lhe as duas escolhas, os brinquedos aprovados e os não aprovados.

Quando ele escolher o brinquedo de alto valor, aprovado, elogie-o muito. Faça um grande elogio! Se ele optar pelo brinquedo não aprovado, não conseguiu fazer uma alternativa melhor e deve tentar novamente com um brinquedo melhorado.

Este exercício vai reforçar o brinquedo de mastigar como uma escolha mais desejável no futuro. Os cães aprendem mais rapidamente quando são colocados numa posição de sucesso e tomam as melhores decisões por si próprios. Finalmente, certifique-se de que ele não tem mais acesso ao objeto não aprovado no futuro.

Dar instruções claras

Por mais difícil que seja, só dê uma correção ao cão quando ele for apanhado a praticar um comportamento destrutivo. Evite usar o seu nome em tom de raiva, dizendo-lhe “não” ou que ele é um “menino mau”. Estas expressões são inúteis e apenas para benefício humano. Ao invés disso, tenha calma. Chame a atenção dele e dê-lhe ordens claras que ele saiba. Diga-lhe exatamente o que quer que ele faça, como “larga” sem mostrar raiva.

Recompense-o quando ele fizer o que lhe é pedido. Se ele não cumprir, ou não estiver familiarizado com estas palavras, então trabalhar com ele nestes comandos básicos é uma obrigação. Além disso, faça o exercício de substituição acima. Procure a ajuda de um treinador, se necessário.

Um cão não percebe que ele está a ser destrutivo; isso é uma perceção humana. Para o cão, ele vê algo que ele quer e age segundo os seus instintos. Para corrigir o comportamento destrutivo, prepare-o para o sucesso, removendo objetos que ele pode destruir e fornecendo-lhe alternativas. Construindo a confiança de um cão e oferecendo reforços positivos, pode corrigir os comportamentos destrutivos.

Written By
More from mariana

As Vantagens e Desvantagens do Transporte Ferróviario

As Vantagens e Desvantagens do Transporte Ferroviário A invenção da máquina a...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *