8 Dicas para treinar o seu cão

Treino Canino: Dicas para um cão bem comportado e feliz

O treino pode ser uma experiência de união maravilhosa e uma grande fonte de diversão para si e para o seu cão. Pode proporcionar tanto exercício físico como mental e manter o seu cão afiado e feliz. Experimente estas dicas úteis para melhorar os resultados da sua próxima sessão de treino.

O timing é tudo

No segundo em que vir um comportamento desejado, dê uma recompensa imediatamente. Uma recompensa pode ser afeto, elogio, um deleite, ou qualquer reforço positivo. Não deixe passar despercebidas oportunidades para um “bom cão” ou “sim!”. Uma resposta rápida irá manter o seu cão no caminho certo.

Seja Consistente

Dê comandos claros e consistentes para o comportamento desejado. Existem palavras que são parecidas e que podem confundir os cães. Use sempre comandos e evite palavras vagas como “não” ou simplesmente chamar o seu nome. Para melhores resultados, substitua “não” pelo comportamento exato que quer que ele ou ela faça.

 

Sabia que? Nenhum cão é muito jovem ou muito velho para começar a treinar. A maioria das aulas de obediência dos cachorros começa aos seis meses apenas por razões de saúde, e não por razões de capacidade. Comece imediatamente a trabalhar com o seu cachorro para estabelecer uma ligação e um nível de hierarquia.

 

Além disso, um cão nunca é demasiado velho para aprender. Na verdade, um cão mais velho pode ser capaz de se concentrar e aprender mais rapidamente do que um cão mais novo. Pode haver alguns comportamentos que levarão mais tempo a corrigir, mas isso é esperado quando estiver a desfazer anos de prática.

 

Procure o Contacto Ocular

Quando o seu cão se “liga” a si através de contacto visual durante o treino, ele está a mostrar a derradeira forma de concentração. Isto deve, pelo menos, ser recompensado verbalmente. Se ele der contacto visual enquanto faz um comando, isso garante um nível ainda maior de recompensa. Recompense sempre o contacto visual.

Dê-lhe Tempo

Depois de dar uma ordem ao seu cão, dê-lhe tempo para processar o pedido. Ladrar, penhorar no ar, fazer outros truques são sinais de que o seu cão está a pensar. Repita a ordem quando notar que o cão perdeu o interesse ou se distraiu.

Use sinais de mão

Os cães são muito visuais e os sinais manuais ajudam a reforçar os comandos. Ensine ao seu cão o estímulo de mão com o estímulo verbal. Ao utilizar sinais manuais, obriga o seu cão a usar mais os seus sentidos e a prestar mais atenção a si. Um exemplo de um conveniente sinal de mão é o comando silencioso “sshhh”, em que o dono leva o seu dedo indicador à boca. Se você precisar de um ambiente silencioso, como quando está ao telefone ou perto de um bebé a dormir, é menos perturbador usar apenas o sinal de mão e não usar o comando verbal.

Apanhe-os Fazendo-o Naturalmente

Recompense o seu cão na sua vida normal, fazendo comportamentos que gostaria de ensinar. Por exemplo, quando o seu cão se deitar no chão, dê um “bom deitar” ou quando ele pisa as patas no ar, coloque a mão debaixo da pata dele e diga “boa!”. Isto irá reforçar que estes são comportamentos desejados e aproxima-se um passo mais dele, fazendo-o sob comando.

Seja breve

Os cães têm um curto espaço de atenção e podem facilmente cansar-se mentalmente. Ao manter as suas sessões de treino curtas, o seu cão terá uma melhor experiência e ajudará a evitar que fique frustrado. Se teve uma sessão de treino desafiadora, encerre-a com alguns comandos que ele conhece bem. Se você sentir que está a ficar frustrado, passe para algo novo ou volte a ele mais tarde. Mantenha as sessões divertidas e termine-as sempre com uma nota positiva.

Ajude-o a concentrar-se

Algumas sessões de treino podem ser improvisadas, e são ótimas se conseguir manter a atenção do seu cão. Se o seu cão tiver dificuldade em concentrar-se, pode precisar de drenar alguma energia antes de dar um passeio, um jogo de busca, tempo na passadeira ou um encontro de brincadeira. A focalização é uma habilidade tão grande como o comando que está a tentar ensinar.

Se o seu cão está a ter dificuldade em soltar a trela ao andar para fora, pratique por dentro onde há menos distrações. Aumente gradualmente as distrações à medida que ele domina a habilidade.

Uma sessão de treino pode durar tão pouco como um minuto ou enquanto tiver a atenção do seu cão. O treino e a aprendizagem podem ser uma forma de vida para o seu cão quando ele é guiado para viver dentro das suas regras e limites.

Ter o seu cão sentado antes de o alimentar, ou esperar à porta antes de sair, ou descer lentamente as escadas consigo, são estes exemplos de treino diário em ação. Pense no treino como simplesmente comunicar com o seu cão e não, como algo que requeira guloseimas especiais, especialistas ou muito tempo. Ao comunicar de forma clara, consistente e com afeto, o seu cão pode sempre estar a aprender.

Written By
More from mariana

🐕 Com que idade se pode tirar um cachorrinho da sua mãe?

Como retirar o cão da ninhada sem impactos na sua personalidade A...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *