As Vantagens e Desvantagens das ONG

As Vantagens e Desvantagens das organizações não governamentais

Os Prós e Contras do Uso Das Organizações não Governamentais

As ONG, ou organizações não governamentais, são entidades predominantemente criadas para servir o Estado ou a nação como um todo. Embora, à partida, possa parecer que as ONG são apenas aquilo de que todas as nações necessitam, para lhe dar uma ajuda – os acontecimentos recentes puseram em evidência o facto de nem mesmo estas agências serem avessas às agendas e às viagens de poder. Como tinha sido ratificado por vários organismos internacionais, incluindo a ONU, as ONG têm autorização para se instalarem em qualquer país e gerirem as suas operações em conformidade com a constituição da nação anfitriã, respeitando simultaneamente as regras e regulamentos locais. Embora não exista uma carta universal que regulamente estas várias ONG, estas continuam sujeitas às leis do país de acolhimento e, como tal, a maioria delas está isenta do pagamento de impostos, tendo em conta os seus objetivos.

 



 

As ONG e as suas diferentes funções

Nas últimas décadas, as organizações não governamentais (ONG) cresceram em número e conseguiram estabelecer-se como atores importantes na sociedade em quase todos os países do mundo. Embora as ONG se concentrem numa variedade de questões diferentes e sejam movidas por motivações diferentes, diz-se geralmente que constituem cinco características principais: São formais, por exemplo, têm algum tipo de estrutura organizacional e de permanência, estão institucionalmente separadas do governo e não têm fins lucrativos, o que significa que os excedentes não são pagos aos proprietários ou diretores dessa organização. Além disso, são autónomos e voluntários, por exemplo, sob a forma de um conselho voluntário de partes interessadas.


✔️ As Vantagens Das Organizações Não Governamentais ✔️


 

👍 Vantagem: Ajuda financeira

É certo que a maior parte das ONG foram criadas para prestar ajuda a vários sectores da sociedade e que, para o efeito, são bastante eficazes a fornecer aos governos locais fundos muito necessários ou a ajudar a financiar/desenvolver projetos de infra estruturas locais. De modo geral, as ONG são essenciais em mais do que uma forma, quer se trate do pagamento de benefícios financeiros a determinados sectores mais pobres da sociedade, quer de cereais alimentares e outros “bens essenciais” a quem deles necessita.

 

👍 Vantagem: Abordagens inovadoras

As ONG são flexíveis para se habituarem às condições locais e responderem às necessidades locais. Por esse motivo, podem experimentar livremente novas abordagens e assumir riscos, se necessário. Podem desenvolver projectos integrados para ajudar a população local.

A principal insuficiência das ONG é a dependência excessiva dos recursos financeiros privados, especialmente quando os doadores não fazem os seus donativos.

 

👍 Vantagem: Melhora os padrões de vida

As ONG são mais benéficas do que os programas governamentais porque são geralmente organizações de base comunitária. Investigam, desenvolvem e trabalham em vários projetos que podem ajudar as pessoas a mudar as suas vidas.
As ONG são capazes de penetrar em todos os cantos da comunidade para descobrir que tipo de problemas as pessoas enfrentam e o que podem fazer para melhorar as coisas.

 

👍 Vantagem: Educação

Várias ONG contribuíram e até ajudaram a construir várias instituições educativas em todo o mundo, principalmente na Ásia e em África. A maioria destas escolas e instituições superiores de ensino são financiadas por ONG, várias instituições de caridade e, como tal, oferecem aos residentes locais oportunidades educativas a baixo custo ou a custo zero.

 

👍 Vantagem: Saúde

Várias ONG-chave estão envolvidas na aquisição de medicamentos caros e na sua oferta a preços reduzidos a quem deles necessita. Estas ONG estão também ativamente envolvidas na gestão de vários campos de saúde e ajudam a providenciar um check-up médico gratuito.

 

👍 Vantagem: Mais barato de implementar

As ONG são efetivamente organizações sem fins lucrativos, é possível realizar vários projetos sem ter de utilizar o dinheiro do governo. Isto porque há muitos doadores privados que apoiam as ONG, o que significa que nunca haverá falta de recursos.

As ONG constituem uma boa alternativa à criação de estruturas de acesso em massa. Estas estruturas de acesso em massa são extremamente pesadas, pouco fiáveis e dispendiosas.

 

👍 Vantagem: Melhor comunicação

Têm a capacidade de comunicar a todos os níveis. Isto significa que podem interagir facilmente com a população local e transmitir as suas mensagens aos níveis superiores do governo.

São também capazes de recrutar pessoal altamente motivado e peritos com menos restrições do que os funcionários que trabalham para o governo.

 

👍 Vantagem: Proteção contra a responsabilidade pessoal

A incorporação como entidade sem fins lucrativos pode proteger os fundadores, dirigentes e trabalhadores de uma organização da responsabilidade pessoal pelas dívidas da organização, incluindo multas e processos judiciais. Esta proteção é particularmente importante para as organizações caritativas que trabalham diretamente com o público.

 


❌ As Desvantagens Das Organizações Não Governamentais ❌


 

👎 Desvantagem: Custos Elevados em Publicidade

As ONG gastam grande parte do seu dinheiro em campanhas publicitárias e custos administrativos brilhantes, em vez de ajudarem as pessoas nos países em desenvolvimento – uma boa percentagem de 25% do dinheiro angariado é gasto em tais custos.

 

👎 Desvantagem: Publicidade Enganosa

Muitas campanhas de ajuda retratam imagens de africanos famintos e indefesos, a fim de gerar simpatia e, consequentemente, donativos. Isto perpetua a ideia de África como um continente indefeso e incapaz de se ajudar a si próprio, quando, na verdade, o contrário é verdade – África está cheia de empresários incrivelmente criativos.

 

👎 Desvantagem: Interferência na administração local

Ultimamente, em vez de se concentrarem nas suas operações caritativas, verificou-se que várias das ONG estão a interferir nas eleições locais para ajudar a eleger o seu funcionário preferido. É evidente que várias das ONG que são financiadas por grupos específicos foram orientadas para interferirem nas eleições locais para uma agenda específica.

 

👎 Desvantagem: Financiamento limitado

O desenvolvimento e a angariação de fundos pode ser o maior desafio de uma organização sem fins lucrativos, particularmente durante uma recessão económica e quando as taxas de desemprego são elevadas. De facto, algumas organizações sem fins lucrativos são forçadas a interromper os serviços às populações necessitadas quando a própria organização sem fins lucrativos carece de financiamento.

O desenvolvimento de fundos requer também um gestor de fundos competente com uma taxa de sucesso relativamente elevada. Contratar os serviços de um bolseiro pode ser dispendioso e transformar o obstáculo ao desenvolvimento de fundos numa aposta essencial.

 

👎 Desvantagem: Pouco ou nenhum respeito pelos costumes locais

Há outra razão pela qual as ONG são vistas menos favoravelmente pelos residentes locais devido à sua interferência em alguns dos costumes e tradições locais. Embora se deva salientar que todas as ONG e os seus agentes recebem instruções específicas do governo para não interferirem em nenhum dos costumes e tradições locais. Além disso, tem sido sugerido que algumas das ONG têm sido bastante zelosas na divulgação da sua mensagem de paz de que a linha que separa a caridade da intervenção direta começa rapidamente a esbater-se.

 

👎 Desvantagem: Não há regras ou regulamentos

As ONG não são regidas por nenhum carregador ou acordo internacional e, como tal, há muito pouco para regular as suas atividades. Como resultado, várias ONG começaram a utilizar a sua base de operações para outros fins para além da caridade, nomeadamente o abuso de crianças. Esta falta de formação adequada, de verificação dos antecedentes, está a provocar vários escândalos nas ONG, incluindo o abuso de crianças ao longo dos últimos anos.

 

👎 Desvantagem: Não há controlo governamental

Os governos locais não podem processar uma ONG; em vez disso, emitiram um aviso de causa e pediram para abandonar o país. Embora isto possa parecer um pouco difícil de aceitar, o facto é que as ONG não estão regulamentadas, pelo menos não estão regulamentadas da mesma forma que outras organizações têm estado e, associado ao facto de o país anfitrião pouco poder fazer, exceto proibir a ONG em questão, torna claro que, quando se trata de ONG, existem algumas discrepâncias neste assunto.

 

👎 Desvantagem: Pressão social

Potenciais efeitos de retrocesso e de debilidade social são uma praga para algumas organizações sem fins lucrativos, cujas missões são consideradas extremas, sejam elas baseadas em crenças fundamentalistas ou em atitudes progressistas. Por exemplo, as organizações sem fins lucrativos com fins religiosos, cujas acções incitam a uma resposta emocional à privacidade dos soldados caídos e das suas famílias, recebem pressão social para cessarem as suas actividades. Organizações progressistas cujo objetivo é esclarecer as comunidades e expandir o conceito de diversidade através da redefinição da estrutura familiar também encontram protestos e oposição às suas causas e filosofia.

 

👎 Desvantagem: Exame Público

As demonstrações financeiras das organizações sem fins lucrativos estão sujeitas ao escrutínio público. Isto significa que a organização deve colocar as suas demonstrações financeiras à disposição do público em geral: Embora este tipo de responsabilização possa ter os seus benefícios, também pode, em alguns casos, resultar numa cobertura de imprensa pouco lisonjeira, particularmente se a organização estiver a enfrentar desafios financeiros ou administrativos.

Muitas organizações sem fins lucrativos optam por contratar periodicamente uma organização terceira para auditar os livros e operações da organização sem fins lucrativos, a fim de assegurar o cumprimento dos códigos fiscais e das melhores práticas do sector.


Conclusão

As organizações não governamentais (ONG) foram consideradas como grupos altruístas que tinham por objetivo influenciar imparcialmente as políticas públicas, sem interesses particulares. No entanto, esta percepção mudou. São cada vez mais encarados como grupos que dão prioridade às suas próprias ideologias ou que respondem aos interesses dos seus doadores, patronos e membros, mais do que aos dos grupos que representam. Esperemos que este artigo tenha sido interessante(issimo), e que tenha sido capaz de responder às suas dúvidas em relação às Organizações Não Governamentais.

Margarida Reis
Latest posts by Margarida Reis (see all)
Written By
More from Margarida Reis

Está a trabalhar num emprego tóxico? Veja como ultrapassá-lo…

Aprenda a lidar com um ambiente de trabalho tóxico… Não é um...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *