As Vantagens e Desvantagens da Multicelularidade

as vantagens e desvantagens da multiceluralidade

Os Prós e Contras Da Multicelularidade

Os organismos multicelulares são compostos por mais de uma célula, com grupos de células diferenciadas para assumirem funções especializadas. Em humanos, as células diferenciam-se no início do desenvolvimento para se tornarem células nervosas, células cutâneas, células musculares, células sanguíneas e outros tipos de células.

Pode-se facilmente observar as diferenças nestas células sob um microscópio. A sua estrutura está relacionada com a sua função, o que significa que cada tipo de célula assume uma forma particular de modo a melhor servir o seu propósito. As células nervosas têm apêndices chamados dendritos e axônios que se conectam com outras células nervosas para mover músculos, enviar sinais para as glândulas ou registar estímulos sensoriais. As células externas da pele formam pilhas achatadas que protegem o corpo do ambiente. As células musculares são fibras finas que se agrupam para contrair os músculos.



 

Definição de multicelularidade

A multicelularidade é simplesmente definida como uma condição ou estado de ter composto mais do que uma célula que desempenha funções diferentes e com características diferentes. Uma definição mais específica afirma, contudo, que a multicelularidade é a diferenciação e a disposição espacial dos tipos de células em tecidos funcionais dentro de um organismo integrado.

Esta condição dá origem a níveis crescentes de complexidade que resultam na diferenciação das funções celulares e no desenvolvimento de tecidos e órgãos com funções especializadas dentro do organismo global.

Central à multicelularidade é a existência de vários mecanismos únicos que determinam as funções celulares necessárias para a organização dos tecidos. Existem quatro processos amplos que resultam na emergência de um organismo multicelular.

Estes são:

  • a proliferação celular
  • a especialização celular
  • a interação celular
  • o movimento celular

Na proliferação celular, uma única célula divide-se em duas, o que leva a uma divisão exponencial. Células com funções ou características diferentes emergem subsequentemente em locais específicos. Trata-se da especialização celular. A coordenação entre células vizinhas com funções semelhantes acontece no processo denominado interacção celular. No movimento celular, as células organizam-se para formar tecidos e órgãos estruturados.

 

Exemplos de Organismos Multicelulares

Órgãos e Tecidos

Os organismos multicelulares delegam responsabilidades biológicas como a função de barreira, circulação, digestão, respiração e reprodução sexual a sistemas de órgãos específicos, como a pele, o coração, o estômago, os pulmões e os órgãos sexuais. Estes órgãos são compostos por muitas células e tipos de células diferentes que trabalham em conjunto para realizar tarefas específicas. Por exemplo, as células musculares cardíacas têm mais mitocôndrias e produzem trifosfato de adenosina para baterem em conjunto e impulsionarem o movimento do sangue através do sistema circulatório. Em contraste, enquanto as células cutâneas têm menos mitocôndrias e têm uma função contrátil, têm proteínas de junção de barreira apertada e produzem queratina que cria uma barreira que protege os tecidos internos moles do corpo.

Organismos

Os organismos constituídos por mais de uma célula são categorizados como organismos multicelulares. No entanto, os organismos multicelulares nem sempre existiram. Após a formação da Terra, levou mil milhões de anos para que um organismo unicelular aparecesse no planeta. De facto, os organismos unicelulares existiram sozinhos na Terra durante aproximadamente dois mil milhões de anos antes da manifestação de organismos multicelulares, o que ocorreu há cerca de 600 milhões de anos. Embora muitos organismos unicelulares optem pela reprodução assexuada, muitos organismos multicelulares preferem a reprodução sexual.

Os seres humanos, por exemplo, são organismos multicelulares criados pela fusão de duas células únicas especializadas na reprodução sexual, vulgarmente designadas por óvulo e esperma. A fusão de um único óvulo com um único espermatozoide leva à formação de um zigoto, ou óvulo fertilizado. O zigoto contém o material genético tanto do espermatozoide como do óvulo. A divisão mitótica pelo zigoto leva então à formação de todas as células desse organismo. Durante o desenvolvimento, a proliferação e divisão celular são seguidas de especialização com cada célula seguindo um caminho de diferenciação. A diferenciação permite que as células desempenhem funções muito diferentes apesar de serem geneticamente idênticas umas às outras.

Assim, todas as células especializadas de um organismo multicelular, os seus órgãos, tecidos e que formam nervos, células cutâneas, epitélio respiratório e células cardíacas, todas originadas pelo zigoto formado pela fusão de dois gâmetas de uma única célula.

 

Definição de organismo unicelular

Um organismo unicelular é um organismo que consiste numa única célula. Isto significa que todos os processos vitais, tais como a reprodução, alimentação, digestão e excreção, ocorrem numa única célula. As amebas, as bactérias e o plâncton são apenas alguns tipos de organismos unicelulares. São tipicamente microscópicos e não podem ser vistos a olho nu.

 

Principais diferenças entre os organismos unicelulares (monocelulares) e multicelulares

Todas as atividades vitais de um organismo unicelular são realizadas pela célula individual e pelos seus organelos. Os multicelulares têm células diferenciadas que formam os diferentes tecidos e órgãos (fígado, coração, vasos, etc.) que desempenham funções diferentes para a sobrevivência do organismo.

O factor área/volume evita que as células individuais se tornem grandes em tamanho, enquanto os organismos multicelulares crescem e aumentam de tamanho com as células a dividir-se e a aumentar.

O tempo de vida dos organismos unicelulares é curto (isto deve-se à carga de trabalho que realizam) enquanto que o tempo de vida das células de organismos multicelulares é maior, dado que as diferentes células desempenham funções específicas.

 


✔️ Vejamos Agora as Vantagens Da Multicelularidade✔️


 

👍 Vantagem: Inteligência e Evolução

Existem 2 tipos de organismos celulares, sendo estes unicelulares e multicelulares. Ser multicelular permite a um organismo desenvolver um nível superior de adaptação ao seu meio envolvente. Isto é conhecido como complexidade celular e pode levar a que um organismo se torne mais inteligente através do contacto com o seu meio envolvente. Quando se fala em evolução, é aqui que os organismos multicelulares têm a vantagem, pois os muitos tipos de células contidos num organismo celular complexo permitem-lhe adaptar-se, mudar e sobreviver.

 

👍 Vantagem: Maior é melhor

Ser multicelular (um organismo que possui células complexas) significa que deve ter tamanho. Ser maior tem vantagens, pois pode minimizar o risco de se tornar presa. No mundo confuso da cadeia alimentar, é um dado adquirido que quanto maior for o organismo, maiores são as suas hipóteses de atingir a maturidade sexual e de se reproduzir. Mas ser pequeno também pode ter as suas vantagens, tais como menos adaptação necessária para sobreviver em temperaturas extremas. Uma parte do corpo que pode levar ao sucesso ao atingir a maturidade é o cérebro, e no ser humano ter um cérebro grande não só nos ajudou a prosperar como a tornarmo-nos líderes no mundo da vida.

 

👍 Vantagem: Menos stress é igual a uma vida mais longa

Ter uma estrutura celular complexa significa que um organismo terá múltiplas células que desempenham muitas funções diferentes. Ter múltiplas estruturas celulares pode ajudar um organismo a desenvolver força e inteligência. Isto significa que uma única célula não precisa de desempenhar todas as funções necessárias para sobreviver e, em vez disso, funciona em harmonia com milhões de outras células, assumindo cada uma delas o seu papel único. Como é que isto é uma coisa boa? Bem, conduz a menos trabalho para as células, o que significa que podem ter uma vida mais longa e muito menos stress.

 

👍 Vantagem: As células podem tomar conta umas das outras

A produção e reparação de células danificadas num organismo multicelular são conseguidas através da utilização de outros tipos de células que atuam como células operárias. Basicamente, estas células operárias são as que permitem a cura de feridas, o recrescimento de membros e partes do corpo e a reparação de danos celulares causados por toxinas e bactérias que atacam o sistema.

 


❌ Vejamos Agora as Desvantagens Da Multiceluralidade ❌


 

👎 Desvantagem: É necessária mais energia para um funcionamento normal

Quando comparado com um organismo unicelular que consiste numa única célula, os organismos multicelulares necessitam de mais energia para se alimentarem de múltiplas células. A quantidade de energia necessária irá variar de tipo de célula para tipo de célula, embora as células que têm um elevado gasto de energia irão necessitar de alimentação constante para manter as funções corretas.

O aumento do consumo de energia conduz também a um aumento dos resíduos criados. Estes resíduos podem por vezes ser difíceis de eliminar e podem causar toxicidade ao organismo. Quando um organismo requer uma alimentação constante para funcionar corretamente, terá de gastar mais energia na procura de fontes alimentares.

 

👎 Desvantagem: Maior possibilidade de infeções

Quando se é um organismo unicelular, a infeção torna-se impossível por ser um organismo unicelular significa que não há nada mais pequeno para causar a infeção. Para os organismos multicelulares, a infeção torna-se um risco real de organismos unicelulares que tiram partido de organismos maiores.

Muitas bactérias e vírus são unicelulares e é por isso que lhes é fácil entrar em organismos mais complexos e utilizá-los como alimento, energia e como local de vida. Basicamente, quanto mais complexas e significativas forem as células de um organismo, maior é a probabilidade de serem atacadas por agentes patogénicos, vírus e bactérias que podem levar à sua destruição.

 

👎 Desvantagem: É preciso mais tempo para atingir a maturidade e a raça

Ter uma composição celular complexa significa que leva mais tempo para que as partes complexas do organismo se desenvolvam até à maturidade. Um organismo unicelular tem apenas uma célula e a reprodução pode ser feita muito mais rapidamente. Não só a maturidade leva mais tempo a acontecer, como também o desenvolvimento de “bebés” de organismos complexos leva mais tempo devido a uma composição genética mais complexa.

 

👎 Desvantagem: Se um grupo celular falhar, todos eles podem falhar

Pense no corpo humano. Nós somos feitos de uma estrutura celular complexa. O coração, o cérebro, os pulmões, a pele, os ossos… todos eles são feitos a partir de agrupamentos multicelulares. O problema com isto é que eles dependem uns dos outros para executar certas tarefas para ajudar na sobrevivência, e se acontecer falhar, por exemplo, o coração, então isto pode levar à morte de todas as células do corpo.


Conclusão

Quando se trata da vida, ser um organismo multicelular tem as suas vantagens quando comparado com ser um organismo unicelular. É claro que não pode ter vantagens sem que haja desvantagens para um problema e o objetivo este artigo era tocar tanto nos prós como nos contras dos organismos multicelulares e ajudar a compreender melhor o assunto.

Margarida Reis
Latest posts by Margarida Reis (see all)
Written By
More from Margarida Reis

Atelofobia: Sintomas, Causas e Tratamentos Possíveis

A Fobia da Imperfeição- Explicada Na sociedade moderna, o perfecionismo é geralmente...
Read More

1 Comment

  • Agradeço imenso pela magnífica explicação da senhora Margarida Reis, continue assim lutando pelo desenvolvimento do ser humano. Obrigado😃😄

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *