⚡ As Vantagens e Desvantagens dos Circuitos em Série e Paralelos

As Vantagens e Desvantagens dos Circuitos em Série e Paralelos

As Vantagens e Desvantagens dos Circuitos em Série e Paralelos

Os circuitos eléctricos fornecem energia eléctrica de uma fonte a dispositivos que a utilizam, tais como uma lâmpada ou um altifalante. Os circuitos vêm em duas variedades básicas, série e paralelo; cada tipo tem vantagens e desvantagens para a gestão da tensão e corrente. A ligação dos componentes em série significa que são ligados um após o outro, enquanto que a ligação em paralelo envolve uma ligação em forma de escada onde os componentes são como os “degraus” da escada.

Um circuito em série partilha a mesma corrente entre os seus componentes; um circuito paralelo partilha a mesma tensão.

Um circuito em série é basicamente um circuito que contém apenas um único caminho para uma fonte de energia passar, o que significa que a corrente do circuito tem de fluir ao longo de toda a carga para que tudo funcione como deve ser. Na maior parte das vezes, este tipo de circuito é utilizado com luzes de Natal. Embora a principal desvantagem de um circuito em série seja que o resto já não poderá funcionar se uma parte parar, o que provavelmente tem lutado ano após ano cada vez que decora a sua árvore de Natal, há várias vantagens a ter em mente também. Muitas pessoas rejeitarão automaticamente um circuito em série devido a esta desvantagem, mas não se deixem enganar por isso.

Os Circuitos paralelos fornecem mais do que um caminho de corrente entre quaisquer dois pontos. Estes circuitos têm a vantagem de tornar cada componente efectivamente invisível para os outros componentes. Isto torna cada carga (componente eléctrico, como um secador de cabelo) independente. A corrente eléctrica que flui através de cada componente é baseada apenas na resistência desse componente, não nos outros componentes.


Índice


Primeiro, o Básico

Antes de mergulharmos na diferença entre circuitos em série e paralelos, passemos em revista alguns termos básicos que estaremos a lançar por aí.

  • Corrente. A electricidade tem trabalho a fazer, e quando os electrões estão a fluir à volta de um circuito, isso é corrente em funcionamento.
  • Circuito. Se for um caminho fechado e contínuo, então a electricidade fluirá sobre ele. Ao longo deste caminho, a electricidade pode fazer uma tonelada de coisas espantosas, como alimentar o seu smartphone, ou enviar humanos para o espaço!
  • Resistência. É isto que a electricidade encontra quando flui ao longo de material físico, quer seja um fio de cobre ou uma resistência “simples e velha”. A resistência restringe o fluxo de corrente eléctrica.

Circuitos em Série vs. Circuitos Paralelos

Os dois principais tipos de circuitos eléctricos são em série e paralelos. Num circuito em série, os componentes ligam-se um após o outro numa configuração “daisy-chain”, e o primeiro e o último dispositivos são ligados à fonte de energia. A corrente eléctrica flui da fonte para cada dispositivo por sua vez, e depois regressa à fonte para formar um circuito fechado completo. A mesma quantidade de corrente flui através de cada dispositivo, e cada um tem uma queda de tensão igual à sua resistência vezes a corrente.

Pelo contrário, um circuito paralelo tem os dispositivos ligados como os degraus de uma escada. A corrente flui para uma “perna” da escada e para fora da outra, e ao longo do caminho, ramifica-se em cada degrau. A mesma tensão atravessa cada dispositivo, embora as correntes através deles possam ser diferentes, dependendo da resistência de cada um.

Diferença entre Circuito Série e Circuito Paralelo

Abaixo encontra-se uma tabela onde estou comparameos um circuito em série e um circuito paralelo:

Conteúdo Circuito Série Circuito Paralelo
Definição O circuito que consiste em múltiplos componentes electrónicos na ordem sequencial num ramo de sinal é chamado de ‘Circuito de Série’. O circuito que consiste em múltiplos componentes electrónicos no ramo paralelo é chamado de “Circuito Paralelo”.
Caminho do Circuito Tem um único caminho para passar a corrente. A corrente pode ser passada por múltiplos caminhos.
Construção Pode ser facilmente construído utilizando menos condutor. A construção do circuito paralelo é complicada, exigindo mais condutor.
Corrente eléctrica No circuito em série, a mesma corrente flui através de cada componente ou carga. A representação da corrente equivalente é, Ieq = (I1=I2=I3=…..=In). No circuito paralelo, a corrente equivalente é a soma da corrente que passa por todos os ramos. A representação da corrente equivalente é, Ieq= (I1+I2+I3+…..+In).
Diferença Potencial(ou Voltagem) No circuito de série, a tensão equivalente é a soma da tensão em todos os componentes ligados em série. O cálculo do valor da diferença potencial é Veq= (V1+V2+V3+…..+Vn). Na ligação paralela, cada ramo tem a mesma diferença potencial. O cálculo do valor da diferença potencial é, Veq= (V1=V2=V3=…..=Vn).
Trabalhar(com exemplo) Se um único componente for danificado, a corrente não flui através do circuito, e toda a série se tornará inútil. Se algum dos componentes for danificado, a corrente não passará por esse ramo em particular. Como a corrente passa por outros ramos paralelos, este circuito funcionará correctamente.
Manutenção A manutenção deste tipo de circuito é muito complexa. Pode ser facilmente mantido.
Detecção Numa ligação em série, uma falha não pode ser facilmente detectada. Pode facilmente descobrir o estado de falha e desligar da ligação.
Reparação O circuito da série não é tão fácil de reparar como o circuito paralelo comparativo. O circuito paralelo pode ser facilmente reparado.
Utilizações(exemplos práticos) É raramente utilizado no circuito. A série Lightning é o exemplo de um circuito em série. É utilizado principalmente para fins domésticos, comerciais e industriais. Para fins domésticos, é utilizada uma ligação paralela com tensão constante (230 V).

Diagrama do circuito eléctrico [Circuito Série e Paralelo]

Tanto nos circuitos em série como nos paralelos, a lei de ohm da eletricidade é utilizada para calcular o valor das grandezas elétricas.

Diagrama de circuitos em série

Numa ligação em série de circuitos, o número de elementos ou componentes eléctricos é ligado em série ou em forma sequencial.

Por exemplo, diz-se que o circuito dado é um circuito em série, quando os componentes electrónicos (tais como a resistência R1, R2, e R3) são ligados num único caminho com uma fonte de tensão (Vs) ligada.

Pode-se compreender facilmente a partir de um dado diagrama de circuito em série:

circuito em serie

Circuito em Série (Tensão e Corrente)

Quando uma fonte de tensão é dada a um circuito, a mesma corrente está a fluir (I). Mas, ocorreram tensões diferentes (ou descidas) (V1, V2, e V3) ao longo de toda a resistência ligada em série.

A soma das quedas de tensão na resistência individual ligada em série é igual à tensão aplicada (isto é, V= V1+V2+V3).

Diagrama do Circuito Paralelo

Na ligação do circuito paralelo, o número de elementos ou componentes eléctricos são ligados de forma paralela.

Por exemplo, quando componentes electrónicos (tais como a resistência R1, R2, e R3) são ligados num ramo paralelo com uma fonte de tensão (Vs) ligada.

Pode-se compreender facilmente a partir de um dado diagrama de circuito em paralelo.

circuito em paralelo

Circuito Paralelo

Quando uma fonte de tensão é dada a um circuito, a mesma corrente está a fluir (I). Mas, ocorreram tensões diferentes (ou descidas) (V1, V2, e V3) ao longo de toda a resistência ligada em paralelo.

A soma das quedas de tensão na resistência individual ligada em paralelo é igual à tensão aplicada (isto é, V= V1+V2+V3).

Porque é que a Ligação Paralela é Mais Preferida do que a Ligação em Série?

A utilização, aplicação e importância da ligação em série e de circuitos paralelos não pode hoje em dia ser mais enfatizada do que a ligação em série. A aplicação da ligação em série e de circuitos paralelos pode evidentemente ser vista nas nossas casas, nas salas de aula e nas nossas luzes de rua. Com o premir de um botão, todos os Bobs nas nossas salas de estar são ligados. alguns referem que os Bobs nas suas casas devem ter interruptores diferentes.

Introdução às Séries e Ligações Paralelas

Bem, não é uma magia quando mais de três bobs eléctricos ou cargas são controlados por um interruptor. Uma carga é qualquer coisa, isto é, pode ser um aparelho, bobs eléctricos ou mesmo ventiladores de tecto que consomem energia eléctrica quando ligados a uma fonte de alimentação. Os bobs eléctricos, televisores, frigoríficos, etc. podem todos ser referidos como uma carga. Os bobs convertem energia eléctrica em forma de luz e calor. Os ventiladores convertem a energia eléctrica em energia mecânica.

O tipo de ligação feita aos nossos ventiladores de tecto, os bobs eléctricos determinarão se eles terão ou não um interruptor comum. A ligação em série de circuitos dá-nos a oportunidade de ligar mais de duas cargas a um interruptor comum. As luzes de rua são um exemplo muito bom disto. A ligação em circuito paralelo torna-nos possível ligar cargas ao seu interruptor individual. Tanto a ligação em série como a ligação em circuito paralelo são boas, mas uma é na sua maioria preferida em detrimento da outra por uma ou outra razão. Antes de falarmos sobre a razão pela qual a ligação em circuito paralelo é preferível à ligação em série, recordemos primeiro quais são as ligações em série e paralelas.

Circuito Série

Um circuito em série é um circuito em que resistências ou cargas são ligadas de ponta a ponta, de modo a que o circuito tenha apenas um caminho através do qual flui a corrente eléctrica. Assim, quando várias resistências são ligadas em série, a resistência efectiva (resistência total no circuito) é obtida pela adição da resistência individual algébrica. Ou seja, se tivermos resistências com resistências R1, R2, R3 …Rn ligadas em série, então;

RT = R1 + R2 + R3 + …Rn.

Nas ligações em série, a mesma corrente flui através de todos os ramos dos circuitos, mas com tensões diferentes ao longo dos mesmos, fazendo assim com que as resistências tenham tensões diferentes ao longo deles. Cada resistência ou carga irá sofrer uma queda de tensão. A voltagem aplicada é igual à soma da queda de voltagem através das diferentes partes do circuito. A queda de voltagem é proporcional à corrente de resistência ser a mesma em todo o circuito. Quando as cargas são ligadas em série, as cargas tenderão a ter um interruptor comum. Este tipo de ligação é utilizado em salas de aula, luzes de rua.

Usos e Aplicações de circuitos em série

Algumas pessoas ligam as luzes de segurança nas suas casas em série, o que as fará ter um interruptor comum. O problema com este tipo de ligação é que quando uma carga desenvolve um problema, o outro sistema ligado irá falhar. É um tipo de ligação de todo ou nenhum tipo de circuito. Até que uma carga receba energia antes de a entregar à outra e aquela a entregar falhe, haverá um black out.

As ligações em série de circuitos são comuns e muito utilizadas em equipamentos eléctricos. Os filamentos dos tubos em pequenos rádios são normalmente em série. Os dispositivos de controlo de corrente são sempre ligados em série com o dispositivo que protegem. Os fusíveis são ligados em série com o dispositivo que protegem, o equipamento de aquecimento doméstico automático tem um termóstato, bobinas electromagnéticas, e recortes de segurança ligados em série com uma fonte de tensão, etc.

Circuito em Paralelo

Resistências, diz-se que as cargas são ligadas em paralelo quando a extremidade de cada uma das resistências ou cargas tem um ponto ou junção comum e as outras extremidades são também ligadas a um ponto ou junção comum. Tais circuitos são conhecidos como circuitos paralelos.

Ao contrário da ligação em série de circuitos, ao encontrar a resistência total (efectiva) num circuito paralelo, é tomada a recíproca da resistência individual. Assim, quando várias resistências são ligadas em paralelo, o recíproco da resistência efectiva é dado pela soma aritmética ou algébrica do recíproco da resistência individual.

1/RT = 1/R1 + 1/R2 + 1/R3 …1/Rn.

A ligação de circuitos paralelos tem a mesma tensão a fluir através de todos os ramos dos circuitos. As diferentes resistências têm as suas correntes individuais.

Usos e Aplicações do circuito em Paralelo

A ligação em circuito paralelo é muito comum na utilização. Várias lâmpadas e aparelhos eléctricos nas nossas casas são ligados em paralelo para que cada uma das lâmpadas ou bobs e aparelhos possam ser operados de forma independente. Para que possamos ter controlo sobre as lâmpadas ou cargas individuais, elas têm de ser ligadas em paralelo.


✔️ As Vantagens Dos Circuitos em Série ✔️


Vejamos abaixo os benefícios dos circuitos em série:

👍 Adicionando dispositivos de potência

A maior vantagem de um circuito em série é que pode adicionar dispositivos de energia adicionais, geralmente utilizando baterias. Isto aumentará grandemente a força global da sua produção, dando-lhe mais potência. As suas lâmpadas podem não brilhar tão bem uma vez que o tenha feito, mas provavelmente não notará a diferença. Esta vantagem compensa largamente a única desvantagem acima mencionada.

👍 Facilidade de utilização

Os circuitos da série são fáceis de aprender e de fazer. O seu desenho simples é fácil de compreender, e isto significa que é simples de realizar reparações sem a ajuda de um profissional. Isto também o ajudará a calcular facilmente a voltagem do seu circuito.

👍 Menos provável de sobreaquecer

Os circuitos da série também não sobreaquecem facilmente. Isto torna-os muito úteis no caso de algo que possa estar em torno de uma fonte potencialmente inflamável, como plantas secas ou tecidos. Esta vantagem é também uma das principais razões pelas quais os circuitos em série são utilizados com luzes de Natal. Durante a época de Inverno, as luzes de Natal permanecem acesas durante longos períodos de tempo, pelo que ter um circuito facilmente sobreaquecido significaria que correria o risco constante de explodir todo o circuito ou de pegar fogo a algo.

Embora um circuito em série tenha vantagens, é importante que pesquise outros tipos de circuitos para ter a certeza de que obtém o circuito certo para a sua aplicação. Há várias vantagens e desvantagens também com outros circuitos que deve considerar antes de tomar a sua decisão. Isto ajudá-lo-á a ficar mais satisfeito com a forma como as suas coisas estão ligadas e terá também uma compreensão básica do produto que escolheu se alguma vez tiver de resolver problemas.

👍 Fácil de Fazer

Os circuitos da série são muito fáceis de aprender e de fazer. O seu desenho simples é fácil de compreender e, por isso, hábil. Isto significa que é simples de realizar reparações e também evita os acidentes, uma vez que as pessoas podem aprendê-lo facilmente.

Mesma corrente em todos os componentes

A corrente que flui num circuito em série tem de fluir através de cada componente do circuito. Por conseguinte, todos os componentes de uma ligação em série transportam a mesma corrente.


❌ As Desvantagens Dos Circuitos em Série ❌


Infelizmente, como todos os circuitos, o circuito em série também tem desvantagens. Vejamos abaixo alguns:

👎 Maior resistência dependente do número de componentes

À medida que o número de componentes de um circuito aumenta, maior será a resistência do circuito.

Num circuito em série, se um aparelho eléctrico deixar de funcionar devido a alguns defeitos, então todos os outros aparelhos também deixam de funcionar (porque todo o circuito está avariado). Por exemplo, se um número de lâmpadas estiver ligado em série e apenas uma lâmpada for fundida (ou explodir), então todas as outras lâmpadas também deixarão de brilhar.

👎 Não se pode desligar separadamente os componentes

No circuito em série, todos os aparelhos eléctricos têm apenas um interruptor, devido ao qual não podem ser ligados ou desligados separadamente. Por exemplo, todas as lâmpadas ligadas em série têm apenas um interruptor, devido ao qual todas as lâmpadas podem ser ligadas ou desligadas em conjunto e não separadamente.

👎 Menos Voltagem

No circuito em série, os aparelhos não recebem a mesma tensão (220 V) que a da linha de alimentação porque a tensão é partilhada por todos os aparelhos. Os aparelhos recebem menos voltagem e, portanto, não funcionam correctamente. Por exemplo, todas as lâmpadas ligadas em série não obtêm a mesma voltagem de 220 volts da linha de alimentação. Recebem menos tensão e, portanto, brilham menos intensamente.


✔️ As Vantagens Dos Circuitos em Paralelo ✔️


Vejamos abaixo os benefícios dos circuitos em paralelo:

👍 Componentes independentes

Quando se liga um aparelho, não se quer necessariamente ligar todos os outros. Quando instalados correctamente, os circuitos paralelos permitem que os diferentes componentes tenham os seus próprios interruptores. Isso significa que pode ligar ou desligar os seus aparelhos independentemente uns dos outros.

Em contraste, um circuito em série só tem um caminho para a electricidade fluir. Se um componente falhar, os outros componentes também não funcionarão contra uma disposição de circuito paralelo que permita que a electricidade flua através de mais de um caminho – se um componente falhar, os outros não serão afectados. Pense numa lâmpada num fio de luzes de Natal: se uma falhar, as outras lâmpadas no mesmo circuito continuarão a brilhar intensamente enquanto não houver sobrecarga.

👍 Tensão consistente

A maioria dos aparelhos requer pelo menos 110 volts de electricidade. Uma das vantagens dos circuitos paralelos é que garantem que todos os componentes do circuito têm a mesma tensão que a fonte. Por exemplo, todas as lâmpadas de uma série de luzes têm a mesma luminosidade. Isto não é possível com um circuito em série porque a tensão cai à medida que se adicionam componentes adicionais, causando possivelmente danos aos seus aparelhos e aparelhos.

👍 Permite a adição de componentes adicionais

Os circuitos paralelos também permitem a adição de componentes no circuito sem alterar a tensão.

Por exemplo, se desejar iluminação adicional, pode adicionar uma terceira ou quarta lâmpada, que pode ligar ou desligar independentemente das outras lâmpadas no mesmo circuito.

Num circuito em série, adicionar mais componentes ao circuito aumenta a resistência, o que significa que a corrente eléctrica diminui.

Num circuito paralelo, a adição de componentes adicionais não aumenta a resistência. A resistência pode ser ainda mais reduzida se se tiverem mais vias num circuito paralelo. Isto é muito importante quando se utilizam aparelhos que extraem uma corrente elevada, tais como aquecedores de espaço portáteis e aparelhos de ar condicionado.

👍 Simples, seguro e fiável

Um esquema de circuito paralelo é simples de desenhar para qualquer empreiteiro eléctrico. Se o empreiteiro aderir às normas e códigos aprovados pela indústria, pode contar não só com um circuito eléctrico fiável mas também seguro para a sua casa.

 


❌ As Desvantagens Dos Circuitos em Paralelo ❌


Infelizmente, como todos os circuitos, o circuito em paralelo também tem desvantagens. Vejamos abaixo alguns:

👎 Mesma Voltagem em todos os Ramos

Não importa se tem várias fontes de energia ou apenas uma, a voltagem através de um circuito paralelo permanece a mesma. Isto acontece porque a voltagem das fontes de energia é dividida ao longo do circuito como um todo. Se o seu circuito requer várias tensões em pontos diferentes, terá de adicionar resistências ou reguladores de voltagem para gerir a voltagem.

👎 Circuitos de Corrente Complexos

Num circuito paralelo, a corrente da fonte de energia é dividida ao longo do circuito. Isto resulta em diferentes quantidades de corrente a fluir, dependendo das resistências de cada ramo. Além disso, à medida que adiciona ramos ao circuito, a corrente total aumenta sempre; é necessário verificar se a sua fonte de alimentação é capaz de lidar com a corrente extra, ou todo o circuito será privado de corrente. Isto evita que circuitos paralelos sejam utilizados em qualquer lugar onde seja necessária uma corrente constante ao longo de todo o circuito.

👎 Carregamento de Circuitos Complexos

Quando são adicionados ramos a um circuito paralelo, a tensão é a mesma em todo o circuito, o que significa que o fluxo de corrente tem de mudar para compensar. Isto tem um efeito de arrastamento sobre a resistência no circuito como um todo e resulta numa menor resistência no circuito quando são acrescentadas mais resistências em novos ramos. A única forma de aumentar a resistência é adicionar resistências em série umas com as outras e em ramos existentes.

👎 Problema de alimentação de corrente

Muitas vezes, duas resistências são ligadas em paralelo e depois ligadas através dos terminais de uma fonte de alimentação. Para uma tal disposição, um problema comum requer que se encontre a quantidade total de corrente que flui da fonte de alimentação. Pela lei de Ohm, a corrente que flui da bateria é igual à tensão da bateria dividida pela resistência equivalente das duas resistências em paralelo. Se, por exemplo, a voltagem da bateria fosse 15 volts e a resistência equivalente fosse 1,5 Ohms, a corrente da bateria seria igual a 10 amperes, já que 15 dividido por 1,5 é 10.


 

Perguntas Frequentes acerca dos circuitos em série e paralelo

❓ Perguntas Frequentes acerca de Circuitos em Série e Paralelos

O que é um circuito em série?

Um circuito em série é aquele que tem mais do que uma resistência, mas apenas um caminho através do qual a electricidade (electrões) flui. Todos os componentes de um circuito em série são ligados de ponta a ponta. Uma resistência num circuito é qualquer coisa que utilize alguma da energia da célula. No exemplo abaixo, as resistências são as lâmpadas.

O que se entende por ligação paralela?

Um circuito paralelo é um circuito fechado dividido em dois ou mais caminhos antes de recombinar para completar o circuito. Cada carga ligada num caminho separado recebe a tensão total do circuito e o circuito total é igual à soma das correntes de ramificação individuais.

Existe alguma desvantagem em ligar aparelhos em série?

No circuito em série, os aparelhos não recebem a mesma tensão que a da linha de alimentação. Na ligação em série de aparelhos eléctricos, a resistência global do circuito aumenta demasiado devido ao facto de a corrente da fonte de alimentação ser baixa. Há divisão de voltagem em circuitos em série.

O que dá mais potência: circuito em série ou paralelo?

Em geral, se a potência consumida dependesse da estrutura do circuito. Mas para um caso simples, como dois resistores ligados em série versus os mesmos resistores ligados em paralelo (com fontes de tensão idênticas em ambas), a potência dissipada na combinação paralela será maior.

Porque é que um circuito em série é mais barato?

O circuito em série é mais barato de fazer. O circuito em série consome menos energia. As lâmpadas dos circuitos paralelos são mais brilhantes. Os circuitos paralelos são mais duradouros.

Qual é a desvantagem de ligar as lâmpadas em série?

Se ligar uma série de lâmpadas e uma lâmpada for fundida, então todas deixam de funcionar e de tantas lâmpadas torna-se difícil para si encontrar a lâmpada deformada. Um único interruptor pode ser utilizado para controlar todas as lâmpadas em série. Não há forma de controlar as lâmpadas individuais.

Porque usaria um circuito em série?

Num circuito em série, não tem a tensão total de alimentação em cada carga. Cada carga de um circuito em série recebe uma parte da tensão de alimentação. Essa é uma razão pela qual não ligamos circuitos de construção em série. Assim, usamos circuitos paralelos para circuitos de energia e (geralmente) circuitos em série para controlo.

Qual é a importância do circuito em série?

As características importantes de um circuito em série são as seguintes: Qualquer interrupção no circuito (como uma lâmpada queimada) tornará’ o circuito inteiro inoperante. A corrente (amperagem) será constante ao longo de todo o circuito. A resistência total do circuito é igual à soma de cada resistência individual.

Quando se utilizaria um circuito em série?

Há várias utilizações, mas algumas das mais comuns são:

  • Se quisermos aumentar o nível de voltagem, então ligamos Baterias em Série.
  • Se duas Resistências ligadas em série tiverem o mesmo valor, então podemos usar esse circuito como um Circuito Divisor de Tensão, uma vez que a tensão se divide igualmente entre duas resistências.

Quais são os exemplos de um circuito paralelo?

Um exemplo de um circuito paralelo é o sistema de cablagem de uma casa. Uma única fonte de energia eléctrica alimenta todas as luzes e aparelhos com a mesma voltagem. Se uma das luzes se apagar, a corrente ainda pode fluir através do resto das luzes e aparelhos.

Porque é que o paralelo é mais brilhante do que a série?

Quando as lâmpadas estão em paralelo, cada lâmpada vê a voltagem V completa, por isso P=V2R. Uma vez que uma lâmpada brilha mais quando recebe mais potência, as que estão em paralelo brilharão mais intensamente. Veja, a combinação paralela de resistências reduz a resistência efectiva do circuito. Daí que brilha mais brilhante.

Qual é o efeito de adicionar mais lâmpadas a um circuito em série?

Aumentar o número de lâmpadas diminui a luminosidade das lâmpadas. Que mudanças ocorrem na resistência do circuito à medida que mais lâmpadas são adicionadas? A resistência aumenta. Num circuito em série, a adição de lâmpadas aumenta a resistência no circuito.

Porque é que a ligação paralela é utilizada na cablagem doméstica?

Os circuitos paralelos são utilizados em casas porque as cargas podem ser operadas independentemente umas das outras. Se o circuito contivesse apenas luzes, as luzes ficariam mais fracas com a adição de mais luzes. Um circuito paralelo não faz isso. Cada carga recebe a voltagem completa do circuito.

Porque é que a corrente nos circuitos em série é a mesma?

Num circuito em série, a corrente é a mesma em cada resistência. A queda de tensão (I-R) será a mesma para cada resistência, uma vez que a corrente em e a resistência de cada resistência é a mesma. Assim, a diferença de potencial eléctrico em qualquer uma das lâmpadas será a mesma que em qualquer uma das outras lâmpadas.

Como se encontra tensão num circuito em série?

A resistência total de um circuito em série é igual à soma das resistências individuais. A tensão aplicada a um circuito em série é igual à soma das quedas de tensão individuais. A queda de voltagem através de uma resistência num circuito em série é directamente proporcional ao tamanho da resistência.

A corrente muda num circuito?

A lei de Ohm afirma que a corrente eléctrica (I) que flui num circuito é proporcional à tensão (V) e inversamente proporcional à resistência (R). Portanto, se a voltagem for aumentada, a corrente aumentará desde que a resistência do circuito não mude.

As pilhas em série ou paralelas duram mais tempo?

Quando as pilhas estão ligadas em série, a voltagem é aumentada. Por exemplo, duas 6 Volts baterias ligadas em série produzem 12 Volts. Quando as baterias são ligadas em paralelo, a voltagem permanece a mesma, mas a potência (ou corrente disponível) é aumentada. Isto significa que as baterias durariam mais tempo.

Qual é a diferença entre as resistências em série e paralelas?

Num circuito em série, a corrente de saída da primeira resistência flui para a entrada da segunda resistência; portanto, a corrente é a mesma em cada resistência. Num circuito paralelo, todos os cabos das resistências de um lado das resistências são ligados entre si e todos os cabos do outro lado são ligados entre si.

O que é melhor série ou paralelo?

Um circuito em série é um divisor de voltagem. Duas lâmpadas no mesmo circuito em série partilham a voltagem da bateria: se a bateria for de 9V, então cada lâmpada recebe 4,5 volts. Um circuito paralelo evita este problema. Outra vantagem do circuito paralelo é que se um circuito for desligado, então o outro permanece alimentado.

Como é que se muda a corrente num circuito?

Se tiver uma indutância no circuito, a corrente aumentará até que a emf gerada pela indutância seja igual à tensão aplicada. A corrente irá então continuar a uma taxa determinada pela resistência do circuito. A corrente pode variar variando a tensão de entrada, ou variando a resistência do circuito.

Qual é a resistência efetiva?

A resistência a uma corrente alternada, expressa como a relação entre a potência dissipada e o quadrado da corrente efectiva.

O que é corrente?

A corrente é um fluxo de portadores de carga eléctrica, geralmente electrões ou átomos deficientes em electrões. Os físicos consideram que a corrente flui de pontos relativamente positivos para pontos relativamente negativos; a isto chama-se corrente convencional ou corrente de Franklin. Os electrões, os portadores de carga mais comuns, são carregados negativamente.

O que é um “curto-circuito”?

Um “curto-circuito” é uma ligação não desejada de muito baixa resistência, tal como um fio (quase 0ohm) que proporciona um caminho muito fácil para a corrente. Pense nisto como um curto-circuito eléctrico. É normalmente utilizado para descrever uma falha ou ligação acidental, em vez de uma ligação deliberada.
Por exemplo: se os condutores de uma bateria se tocarem uns aos outros criam uma ligação de resistência muito baixa através da bateria, por isso dizemos que causaram um curto-circuito através da bateria. A corrente fluirá através deste curto-circuito em vez de através do circuito adequado. Isto pára o funcionamento do circuito e pode causar um incêndio porque os cabos e a bateria ficarão quentes com uma grande corrente a fluir.

Porque é que a ligação paralela é preferível à ligação em série?

Quando os aparelhos estão ligados em paralelo, cada um deles pode ser ligado e desligado independentemente. Esta é uma característica que é essencial na cablagem de uma casa. Além disso, se os aparelhos fossem ligados em série, a diferença potencial entre cada aparelho variaria em função da resistência do aparelho.

O que significa “circuito aberto”?

“Circuito aberto” significa sem ligação. É normalmente utilizado para descrever uma interrupção em alguma parte de um circuito que poderia ser deliberada (como um interruptor na posição aberta ou desligada) ou uma falha (como um fio partido ou componente queimado).

Porque é que os circuitos paralelos têm a mesma voltagem?

A voltagem é a mesma em todos os componentes paralelos porque por definição os ligou juntamente com fios que se presume terem uma resistência negligenciável. A tensão em cada extremidade de um fio é a mesma (idealmente), pelo que todos os componentes têm de ter a mesma tensão.

O que acontece num circuito em série?

Os componentes ligados em série são ligados ao longo de um único caminho condutor, pelo que a mesma corrente flui através de todos os componentes, mas a tensão é reduzida (perdida) através de cada uma das resistências. Num circuito em série, a soma das tensões consumidas por cada resistência individual é igual à tensão da fonte.

O que é comum num circuito paralelo?

As três regras dos circuitos paralelos são as seguintes: todos os componentes partilham a mesma tensão; as resistências diminuem para igualar uma resistência menor, total; e as correntes de derivação aumentam para igualar uma corrente maior, total.

O que é um exemplo de um circuito paralelo?

Um exemplo de um circuito paralelo é o sistema de cabos de uma casa. Uma única fonte de energia eléctrica alimenta todas as luzes e aparelhos com a mesma voltagem. Se uma das luzes se apagar, a corrente ainda pode fluir através do resto das luzes e aparelhos.

O que são condutores elétricos?

Os condutores são uma categoria de materiais que permitem que os electrões fluam facilmente (que se chama electricidade e são uma forma útil de transportar energia. A maioria dos condutores são metais, e a maioria dos metais são condutores, mas alguns metais são melhores condutores do que outros. O cobre e o alumínio são ambos excelentes condutores para fazer fios devido à sua alta condutividade (baixa resistividade).

Os metais (especialmente cobre, alumínio e ouro) são frequentemente muito maleáveis, o que significa que podem ser facilmente moldados em fios.


📝 Conclusão

Como pode ver, tanto o circuito em série como o circuito em paralelo, têm os seus prós e contras. Esperemos que este artigo tenha sido esclarecedor e capaz de retirar qualquer dúvida que tivesse acerca destes tipos de circuitos.

More from Xavier Baptista

👨‍💻 As Vantagens e Desvantagens do C# (C Sharp)

As Vantagens e Desvantagens da Linguagem de Programação C# A linguagem C#...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *